Síndrome do Fogo Amigo (sua agência não sabe de tudo; nem você!)

Há pouco tempo, falamos sobre as diferenças entre agências comuns e extraordinárias.

A verdade é que um dos principais fatores que determinam o sucesso de um projeto é saber e reconhecer que, enquanto agência, não sabemos de tudo; muito diferente disso, nosso papel é complementar com planejamento e estratégia tudo o que a própria marca sabe sobre o seu negócio.

Não é incomum ver mercado afora agências que prometem fazer todo o trabalho sozinhas. Num primeiro momento, pode parecer atraente entregar tudo nas mãos de quem promete resolver seus problemas com mágica.

Mas toda essa comodidade de não precisar se envolver nessa etapa pode custar muito caro. Isso porque a verdade é que não existe milagre ou fórmula para o sucesso quando se fala em marketing digital. Muito menos manual ou cartilha a seguir. E o primeiro passo pra alcançar o êxito nessa jornada entre agência e cliente é apagar modelos pré-determinados de estratégias e entender que cada projeto é único.

Isso porque todo projeto, marca e segmento tem suas próprias peculiaridades. E por isso, só a expertise da agência na estratégia não é suficiente: é imprescindível o suporte de quem entende de verdade do negócio e das suas dores. E nenhum especialista renomado conhece seu negócio mais do que você.

Uma falha comum de grande parte das agências é não saber admitir suas próprias limitações em relação a isso e, assim, se privar de evoluir nessa jornada juntamente com seu cliente.

É necessário ter empatia pra entender que seu cliente pode não entender nada da sua estratégia, mas entende de coisas que você jamais poderá aprender com qualquer guru do marketing por aí. Por isso, é preciso colocar os pés no chão e olhar seu cliente muito mais como um parceiro, do que um mero consumidor do seu serviço.

Ao mesmo tempo, ao contratar uma agência parceira, não acredite em milagres. Tenha clareza:

Você é essencial para o sucesso do seu projeto.

É possível que muita gente te prometa truques de mágica pra fazer do seu projeto um sucesso sem você. Mas cedo ou tarde, você irá descobrir que você é o elo entre a estratégia de marketing e a inteligência do negócio, e que essa engrenagem depende disso pra funcionar.

Sucesso com marketing digital depende de você e da agência

Isso nos leva a outra situação muito comum quando se trata da relação entre agências e marcas:

A Síndrome do Fogo Amigo

Na rotina de projetos, é muito comum encontrar relações conturbadas entre marketing e vendas. E esse fogo cruzado entre os times muitas vezes se replica na relação entre clientes e agências.

Talvez soe estranho pra você, mas não é incomum vivenciar situações em que clientes passam a enxergar a agência como arqui-inimiga após a assinatura do contrato: desacreditam as estratégias traçadas, criam empecilhos pro andamento do projeto e até nadam contra a maré, mesmo quando os números corroboram que tudo vai no caminho certo.

Ilustração sobre o sucesso com marketing digital

Em muitos casos, essa Síndrome do Fogo Amigo tem origem na insegurança e até falta de conhecimento técnico de alguns clientes, o que acaba gerando um sentimento de vulnerabilidade frente a um campo totalmente desconhecido.

Mas esse sentimento pode e deve ser tratado pra que marca e agência se tornem um time harmonioso.

  • Confie na sua agência!

O primeiro passo em busca dessa harmonia não tem segredo. É necessário ter plena confiança na capacidade da sua agência parceira e também no sucesso da nova jornada que vocês farão juntos!

Pra isso, tome seu tempo. Antes de fechar qualquer parceria, trace com clareza os objetivos que pretende atingir, pesquise bem as agências disponíveis e qual se encaixa melhor no seu perfil, abra diálogo e converse bastante para entender suas afinidades e o mais importante: seja totalmente transparente! Fale com clareza sobre suas metas, seu produto, suas dores, seus diferenciais e também seus pontos fracos. Tudo isso ajudará sua nova agência a identificar a melhor maneira de atingir seus objetivos e evitará que tanto agência, quanto você, se frustrem futuramente.

Lembre-se, você precisa sair desse processo com a segurança de que seu novo parceiro foi sua melhor escolha e que vocês possuem os mesmos objetivos.

  • Saiba o que esperar: até onde o marketing pode ir

Outro fator muito importante é saber com clareza até onde o marketing pode chegar e o que ele pode fazer por você. É aí que nasce um dos grandes mitos perpetuados por agências comuns: que o marketing pode vender por você.

Essa é uma promessa fácil porque é confortável de se acreditar. Mas a verdade é que o marketing sozinho jamais será responsável pela conversão final. Diferentemente, o marketing é responsável por encaminhar o lead ideal até o momento ideal da compra. Mas quando este momento chegar, é necessário que marketing e vendas formem um time coeso.

No entanto, normalmente a realidade é diferente: na Síndrome do Fogo Amigo, muitas vezes o cliente acredita que omitir números da agência os deixa em posição favorável para questionar estratégias e o sucesso do projeto. Mas no fim, esse posicionamento apenas impede que o time de marketing identifique as possíveis falhas no processo de vendas e auxilie a corrigi-las.

Nesse sentido, diferente do que alguns acreditam, o papel do marketing pode não ser efetivamente vender, mas também não termina na entrega do lead. É papel do marketing não só atrair leads, mas qualificá-los, analisá-los, moldar suas experiências de compra, acompanhar seu crescimento, dinamizar os procedimentos comerciais e readequar os processos.

Mas isso só é possível a partir de um relacionamento sólido e, principalmente, cristalino entre marca e agência. E essa é uma construção que necessita da soma dos esforços de ambas as partes para funcionar. Acredite: o sucesso do seu projeto depende do sucesso desta relação.